O que você procura?

Quinta-feira, 19 de Setembro de 2019


Mensagem do Presidente

Caro(a) Associado(a), 

O sociólogo Zygmunt Bauman se refere ao momento em que vivemos como tempos “líquidos”, tudo muda rapidamente, nada é feito para durar, para ser “sólido”, resultando num mundo de incertezas, e cada um por si.

Prometem felicidade com o novo celular, por exemplo, mas já foi assim para o modelo anterior e vai ocorrer o mesmo para o posterior, e nos encorajam à ideia de que há algo que pode resolver todos os problemas e alimentam constantemente tal convicção, tornando os momentos de felicidade muito curtos, e nós constrangidos a gastar o dinheiro que ainda não ganhamos para comprar coisas das quais não precisamos para impressionar pessoas que não nos importam muito, na frustrante tentativa de alongar os momentos de felicidade.

O “capitalismo parasitário“ é que propulsiona essa ansiedade de construir-se a si mesmo com a cultura de consumo, significando obter as qualidades necessárias para atender a demandas de mercado, tornando-se atraente, e acreditamos que somos livres, mas no fundo nossas escolhas são fabricadas e apresentadas em uma gama de possibilidades preestabelecidas.

Todos estes pensamentos também contemplam a CAIXA, a FENAG e a AGECEF, e também nós associados, na nossa interação, participação e envolvimento.

Assumir hoje a gestão da AGECEF, exige não somente um compromisso em acompanhar as mudanças, visto que “apesar de tudo ser lícito, nem tudo me é conveniente”, mas também provocar uma profunda reflexão sobre tudo, passando por temas como sustentabilidade, qualidade de vida, legado, o profissional da CAIXA, entre outros.

Retomamos lutas por democracia e liberdade, por direitos trabalhistas já adquiridos, contra desmontes e privatizações, corrupções e crimes impetrados à nossa FUNCEF, contra mudanças no nosso plano Saúde CAIXA, contra perdas de função e garantias de sobrevivência, tudo que nos gera insegurança, e segurança e liberdade são valores fundamentais para a dignidade humana, quando segurança sem liberdade é escravidão, e liberdade sem segurança é um tipo de deficiência.

Muitas batalhas já estão sendo travadas na esfera administrativa e jurídica, em parceria com sindicatos e outras instituições, mas outras muitas ainda aguardam por nossa ação, lembrando sempre, que uma associação é composta por seus sócios, e somos nós, juntos, aqueles que podem ou não protagonizar as mudanças que almejamos.

Nossa proposta de associação não concatena com o tempo presente, mas é necessária.

Um grande desafio é a comunicação, é divulgar o que é feito e o que ocorre, fazer chegar as notícias até você, e também criar oportunidades para que você possa expressar suas ideias e pensamentos, promovendo verdadeiros debates que gerem caminhos e alternativas.

Somos AGECEF no desejo de construir juntos um gestor que possa responder aos desafios internos e externos, em um ambiente de trabalho saudável e com qualidade de vida, na segurança de uma empresa sólida e pujante, num país com desenvolvimento e democracia.

José Roberto da Silva
Presidente AGECEF/SC